Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Português nas provas da FCC (1ª parte)


Português nas provas da Fundação Carlos Chagas

A maioria dos candidatos que almejam a um cargo público de nível superior, mais cedo ou mais tarde, terão de encarar a organizadora FCC em algum de seus certames.

Antes preterida em relação a suas 'concorrentes', como Cespe UnB e ESAF, a FCC vem crescendo muito nos últimos anos, sobretudo nos concursos de ICMS: foi responsável pelos certames do ICMS São Paulo em 2006, 2009 e 2013 e foi escolhida para organizar a prova da Receita Estadual do Rio de Janeiro no ano de 2013, com provas aplicadas na última semana. Também realizou o certame de Rondônia em 2010 e da Paraíba em 2006.

Nos Fiscos Municipais, a FCC se destaca por organizar as provas da Prefeitura de São Paulo, cujo edital também está iminente (maiores informações clique aqui).

A FCC também organizou os últimos certames do TCE-SP, tanto para o cargo de Agente de Fiscalização Financeira como para o cargo de Auditor Substituto de Conselheiro.

• PORTUGUÊS NA FCC

Como toda banca organizadora, a FCC tem algumas características peculiares, e uma delas é a dificuldade imposta na prova de Português.

Os professores que organizam esta matéria nas provas da FCC geralmente 'dividem' as questões da prova em 3 grupos, os quais enumerei com o fim de facilitar a compreensão:

        1. Interpretação de texto 'pura': nesta parte da prova é cobrada do aluno a capacidade de ler e compreender o texto de uma maneira geral, não existindo a necessidade do uso direto de gramática e sintaxe. Apesar de parece mais simples, esta é a parte mais perigosa da prova, uma vez que geralmente os textos utilizados pela banca são de complicado entendimento, fazendo o candidato perder um precioso tempo de resolução das questões, prejudicando não só a avaliação de Português, mas o certame como um todo.

Geralmente, esta parte vem no começo da prova e visa a desestabilizar o aluno pela demora necessária para resolver as questões, comprometendo a confiança, tão fundamental em uma prova. A dica é deixar esta parte para o final da prova de Português, pois as questões de gramática aplicada ao texto e gramática pura (explicadas abaixo) geralmente são de resolução mais rápida. Caso você perceba que está travado em uma questão de interpretação, muito em dúvida entre 2 alternativas, não se delongue demais nela, pois a questão pode estar ali exatamente com o intuito de te fazer perder tempo.

Com relação a estudar ou não interpretação de texto, é uma decisão muito pessoal de cada concurseiro. Particularmente, acredito que seja mais útil manter um rotina diária de leitura de jornais (também já serve como treino para provas de atualidares) e livros, pois assim seu leque de vocabulário e compreensão de texto aumenta naturalmente. Estudar 'exclusivamente' interpretação de texto na rotina de estudos pode não ter um custo benefício muito bom.

        2. Gramática aplicada ao texto: esta é aquela parte da prova em que o aluno tem que ficar 'indo e voltando' da questão para o texto, pois é pedido para se aplicar um conhecimento gramatical (ou de sintaxe) diretamente no texto.

Geralmente, as questões mais difíceis estão nesta parte, porém se o aluno estiver com uma boa base a resolução da questão não é tão demorada quanto na parte de pura interpretação.

        3. Gramática 'pura': esta é a parte mais tranquila da prova, pois é cobrado do aluno o conhecimento direto da gramática, sem ter que ficar 'indo e voltando' ao texto, possibilitando ganhar tempo e preciosos pontos.

Apesar de a FCC pegar pesado na gramática, ela é mais fácil nesta parte do que quando aplicada ao texto. Recomendo começar a prova de Português resolvendo estas questões, pois elas 'travam' menos e te fazem ganhar confiança.


Como deu para notar, estudar bem Português é fundamental para todos os candidatos que vão prestar uma prova da Fundação Carlos Chagas. Ler diariamente é uma maneira excelente de treinar tanto a gramática quanto a capacidade de interpretação, por isso recomento ter sempre na bolsa um bom livro.

Para aqueles que quiserem uma fonte de consulta sobre Português para concursos públicos, recomendo a leitura do Blog do Professor João Bolognesi (clique aqui). Além de textos e informações muito úteis, nas suas postagens o professor geralmente resolve questões e discute temas polêmicos da matéria muito cobrados nas provas de concursos públicos.



Bons estudos,

Equipe Blog Ciclos de Estudo™
Compartilhe este artigo:

4 comentários

 
© Blog Ciclos de Estudo™
Posts RSS Comments RSS
Back to top